quinta-feira, 24 de maio de 2018

DA GENEALOGIA [TRISAVÔ JOAQUIM E SUA LINHA — POR VIA FEMININA — GIÃO]

I — MANUEL LOPES, n. Sousel, Casa Branca, c. 1640, casa em Sousel, Casa Branca, aos 27.01.1669, com  CATARINA GIL, n. Sousel, Casa Branca, c. 1640.
Têm, além de, pelo menos, um filho e outras duas filhas, a seguinte filha:
II — ISABEL GIÃO, n. Sousel, Casa Branca, c. 1670, casa com MANUEL DIAS SERRA, n. Sousel, Casa Branca, bp. 20.09.1670.
Filho de Manuel Dias Picão e de Maria Fernandes, n. Sousel, Casa Branca; casaram em Sousel, Casa Branca, aos 25.09.1669; moradores no Monte do Picão.
Neto paterno de Miguel Dias Picão e de Brites Teles; casados em Sousel, Casa Branca, em 1638.
Bisneto paterno de Manuel Dias Picão e Catarina Lourenço.
Têm, pelo menos, dois filhos varões, Manuel Gião (que será o trisavô por varonia de Joaquim José Gião, 1.º Visconde de Gião) e Francisco Dias Serra, que virá a professar com o nome de Padre Francisco Dias Gião, e a filha que segue: 
III — ISABEL GIÃO, n. Sousel, Casa Branca, c. 1700, casa em Sousel, Casa Branca, a 01.10.1724, com FRANCISCO GONÇALVES, n. Alter do Chão, São Domingos de Sarrazola [paróquia extinta e anexada à de Seda em 1837], bp. 05.07.1699.
Filho de Manuel Fernandes, n. Covilhã, Peraboa, c. 1670, e de Maria de Bairros, n. Alter do Chão, São Domingos de Sarrazola, c. 1670.
Têm, pelo menos, 2 filhos varões, e a seguinte filha:
IV MARIA DE JESUS, n. Sousel, Casa Branca, bp. 27.08.1729, casa com CAETANO DA SILVA, n. Sousel, Santo Amaro, bp. 11.03.1721.
Filho de André da Silva, n. Valpaços, Valpaços, c. 1680, e de Vicência Gomes, n. Sousel, Santo Amaro, bp. 16.04.1684; os quais haviam casado em Sousel, Santo Amaro, aos 04.08.1702.
Neto paterno de Gaspar Fernandes e de Maria Gonçalves. Neto materno de António Lourenço e de Maria Gomes; casados em Sousel, Santo Amaro, aos 11.02.1680.
Têm 2 filhos e 3 filhas, e seguimos com a mais velha destas: 
V — ANA MARIA DA SILVA, n. Sousel, Santo Amaro, 20.03.1757, casa II (depois de ficar viúva de Manuel do Amaral, n. Viseu), em Sousel, Santo Amaro, aos 10.04.1793, com JACINTO PEREIRA DA CRUZ (também 2.º casamento da parte dele, porque viúvo de Antónia Gomes, n. Sousel, São João Baptista da Ribeira), n. Monforte, Assumar, 29.04.1751.
Filho de Manuel da Cruz, n. Arronches, Nossa Senhora do Rosário, e de Ana Maria, n. Portalegre, Reguengo.
Neto paterno de António Fernandes e de Cecília Coelho, n. Monforte, Vaiamonte. Neto materno de Manuel Rodrigues, n. cidade de Portalegre, e de Ana Rodrigues, n. cidade de Portalegre.
Têm, pelo menos, duas filhas, e seguimos com a mais nova delas:
VI — TERESA CAROLINA PEREIRA, n. Sousel, Santo Amaro, 02.03.1801, m. Fronteira, Fronteira, 01.05.1862. Lavradora e Proprietária. Casa em Fronteira, Fronteira, aos 03.03.1830, com CARLOS DA COSTA PINTO DA FONSECA (viúvo de Josefa Joaquina, n. Fronteira, Fronteira, 21.01.1800, m. Fronteira, Fronteira, 23.02.1829, de quem teve 5 filhos: 1 rapaz e 4 raparigas), n. Fronteira, Fronteira, 24.11.1794, m. Fronteira, Fronteira, 01.04.1857. Lavrador e Proprietário. Miguelista, participa na Aclamação d' El-Rei D. Miguel I na Vila de Fronteira e assina os respectivos Autos da Câmara Municipal de Fronteira, juntamente com 3 dos seus irmãos, um dos quais — Pedro José da Costa Ramos era, à época, Vereador da referida Câmara.
Filho do Capitão José da Costa Ramos, n. Cinfães, Santiago de Piães, bp. 08.07.1759, m. Fronteira, Fronteira, 04.09.1811, Capitão agregado a um dos Regimentos de Ordenanças da Corte (01.12.1806), e de Josefa Joaquina, n. Tarouca, Várzea da Serra, c. 1761, m. Fronteira, Fronteira, 02.12.1844, os quais haviam casado em Lisboa, São Julião, aos 30.11.1788.
Neto paterno de José Caetano da Fonseca, n. Cinfães, Santiago de Piães, bp. 24.04.1724, m. c. 1787, e de Maria Quitéria da Costa, n. Marco de Canaveses, Penha Longa, bp. 29.07.1726; casados em Cinfães, Santiago de Piães, aos 10.06.1754. Neto materno de Manuel Gaspar e de Joana Fernandes.
Tetraneto por varonia de Bartolomeu Pinto da Fonseca, n. Cinfães, Tarouquela, bp. 31.08.1631, m. Cinfães, Tarouquela, 13.12.1715; Senhor da Quinta do Outeiro, em Tarouquela; Homem Nobre, que vive das suas fazendas; Escrivão de uma das Varas de Meirinho da Relação da Casa do Porto (Mercê de D. Afonso VI 10.08.1662).
Tiveram 8 filhos 4 rapazes e 4 raparigas; dos quais, terminamos com o seguinte:
VII — JOAQUIM PEREIRA DA COSTA PINTO, n. Fronteira, Fronteira, 29.11.1835, m. Sousel, Sousel, 05.11.1891. Lavrador e Proprietário. Senhor da Herdade da Revenduda. Tronco da Família Costa Pinto.