quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

DO ÁLBUM DE FAMÍLIA [TIO-7.º AVÔ ANTÓNIO]

Padre António Moreira
(Lisboa, Castelo, 28.05.1710 —
— Almeida, Almeida, 01.05.1760)

Jesuíta, Missionário, Professor, Naturalista, Escritor.

Filho do Doutor Jerónimo Moreira de Carvalho, Médico dos Exércitos da Província do Alentejo e Físico-Mór do Reino do Algarve, e de Rosa Maria da Silveira.
Afilhado de Baptismo de D. Manuel José de Castro, 8.º Conde de Monsanto e 3.º Marquês de Cascais, do Conselho de Guerra de D. João V, General de Batalha.
Ingressou na Companhia de Jesus, em 19.02.1728.
Nesse mesmo ano, deixou a Capital do Império, como Irmão Estudante e membro da 46.ª Missão dos Jesuítas para o Maranhão e Grão-Pará, e rumou ao Brasil.
Aos 15 de Agosto de 1745 fez a sua Profissão Solene na Igreja do Maranhão.
Serviu como Missionário no rio Tapajós.
Foi Professor de Filosofia e de Prima de Teologia no Colégio Jesuíta do Maranhão.
Escreveu Declaração das Raridades do Maranhão, de Peixes, Aves, etc. É um dos raros textos setecentistas sobre a Fauna do Brasil e ainda hoje de superior interesse para a Zoologia. O manuscrito encontra-se em depósito na Torre do Tombo.
Na sequência da confiscação dos bens e expulsão dos Jesuítas de Portugal, decretada pelo Marquês de Pombal, foi forçado a voltar ao Reino com um grupo de outros padres, logo separados e encarcerados em lugares remotos.
Usou a «língua geral brasileira» (derivada do tronco tupi), que conhecia bem, como «língua secreta» para comunicar com os outros padres jesuítas presos.
Acabou por morrer prisioneiro no Forte de Almeida, sendo enterrado na própria fortaleza.

Bibliografia e Arquivos:
História da Companhia de Jesus no Brasil, Padre Serafim Soares Leite, Imprensa Nacional, 1938-1950.
Memórias de um Jesuíta Prisioneiro de Pombal, Anselm Eckart, Edições Loyola, São Paulo, 1987 [1.ª edição 1779].
Relação de algumas coisas que sucederam aos religiosos da Companhia de Jesus no Reino de Portugal..., Lourenço Kaulen, 1874.
Arquivo Paroquial do Castelo (Lisboa).
Arquivo Nacional da Torre do Tombo.
Arquivo Particular de João Miguel Costa Pinto Marchante (Autor do blogue Eternas Saudades do Futuro e desta síntese biográfica sobre o Padre António Moreira).